Dia 8 – E no balanço das horas…

Eu realmente acho que os dias estão passando mais depressa… Antes eu achava que passavam rápido porque eu estava em uma rotina muito estressante de trabalho, mas agora que estou fazendo uma coisa que sempre quis, sem rotina pré-fixada (tirando a aula), e num lugar que eu amo, continuo com a sensação de que o ponteiro do relógio está girando mais rápido. Dizem que conforme a gente envelhece, a nossa percepção muda, e o tempo vai passando mesmo cada vez mais rápido… Prefiro acreditar que é a Terra que está girando mais depressa! 😉

Nessa vibe “tô com pressa”, acordei meio atrasada hoje. O tempo estava horroroso, chuvoso e frio, então obviamente o velib “caiu”. Fui de metrô e acabei chegando 10 minutos atrasada na aula.

Hoje entraram mais duas pessoas: um canadense, e uma americana. Perguntei na secretaria se podia mudar pro curso de 21h por semana (com 6h a mais de fonética), mas eu teria que mudar de professora, então decidi que tudo vai ficar assim mesmo.

Ao final da aula, peguei minha carteira de estudante, e almocei pela primeira vez no refeitório da faculdade. Um prato saboroso e bem razoável por apenas 3 euros!!! C’est super! =)

Saímos do Institut pra passear por Saint-Germain. Hoje estávamos só Giuliana, Rafa, Akira, e eu. Akira é um japonês muito gente boa que fala francês melhor do que todos nós (os brazucas) juntos! É muito interessante estar fazendo esse intercâmbio com pessoas de culturas tão diferentes e descobrir que, no fundo, somos todos muito mais parecidos do que pensamos.

Passamos primeiro na Saint-Sulpice (magnifica como sempre), e seguimos pelo boulevard Saint-Germain em direção a Saint-Michel. Paramos numa livraria pra comprar livros pro curso e decidimos deixar o museu da idade média pra um dia em que todos estivessem com suas carteiras de estudante na mão.

Levei os meninos então pra comer macaron-glacé na Maison Berthillon! O que é bom é pra ser dividido com quem a gente gosta, né?! Hoje pedi macaron aux amandes com sorvete de maracujá e calda de chocolate! O resumo desse passeio é que saímos andando da Rue d’Assas e terminamos na Île-Saint-Louis.

Depois cada um pegou “seu metrô”, e eu passei em casa pra pegar um secador que havia comprado e levar na loja pra trocar. Algumas conexões de metrô e uma meia hora pelo menos esperando na fila depois, a muito simpática (pra não dizer o contrario) funcionária da loja disse que eu precisava de uma tal garantia pra trocar o secador…

– (Em francês) Mas minha senhora, não me deram garantia!
– Je suis desoles…

Fué!

Olha! Eu achava que no Rio de Janeiro o atendimento ao publico era MUITO ruim, mas aqui em Paris é pavoroso!

Acabou não dando tempo de comprar meu tênis de corrida, e só me restou ir ao mercado… Se bem que, ir ao Monoprix não é nada chato! Na verdade, é um programão!

E pronto! O dia passou voando, eu ainda tinha uma redação pra redigir, família pra falar, e blog pra escrever… Ah, sim! E tentar dormir um pouco mais porque tenho dormido tarde demais.

Peraí, mas que horas são? 1:10? É… Acho que isso vai ter que ficar pra amanhã!

Bonne nuit et à demain!

20130704-011618.jpg

20130704-011951.jpg

20130704-011959.jpg

20130704-012008.jpg

20130704-012022.jpg

20130704-012016.jpg

20130704-012032.jpg

20130704-012040.jpg

20130704-012053.jpg

20130704-012102.jpg

20130704-012110.jpg

20130704-012120.jpg

20130704-012131.jpg

20130704-012153.jpg

20130704-012159.jpg

20130704-012206.jpg

20130704-012214.jpg

20130704-012220.jpg

20130704-012227.jpg

20130704-012237.jpg

Comente!
  • Dia cheio, hein? haha
    Deve ser muito bom você sair da aula e depois fazer turismo na cidade. É um sonho que se realiza, né?? =DD

    Ps: Se me permite a comparação, você em Paris, sou eu no RIo. hehehe

    Beijãooo Fernanda!!!